Anúncios

Estudantes do IF Sergipe são premiados em competição de Robótica na UESC

Os estudantes de ensino médio integrado do Instituto Federal de Lagarto, levaram quatro premiações para o Estado de Sergipe.

Foi enfrentando o percurso de 635km de estrada e o cansaço proporcionado por uma viagem de ônibus que durou aproximadamente 10h, que os estudantes do Instituto Federal de Lagarto, Estado de Sergipe, foram premiados na décima nona edição da Escola Regional de Computação Bahia – Alagoas – Sergipe (XIX ERBASE 2019), que aconteceu na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), localizada em Salobrinho, entre as cidades de Ilhéus e Itabuna.

Carlos Eduardo, Victor Chagas, Guilherme Rosário e Daniel Rodrigues, estudantes do 2º ano do ensino médio e do curso técnico em Redes de Computadores, na modalidade integrada, sob orientação da Professora Stephanie Kamarry que também é Mestre em Controle, Automação e Robótica, retornaram felizes para Sergipe na manhã desta quinta-feira (09) com medalhas e troféus no Stand do Laboratório de Inovação e Criatividade.

Segundo Guilherme, um dos estudantes premiados, era gratificante ser premiado em sua primeira participação na competição de robótica.

Desde janeiro estamos organizando o projeto de Desenvolvimento de aplicações robóticas para participar de competições. Essa é nossa primeira competição e nossos dois grupos foram premiados em 1º e 2º lugar, respectivamente, em duas modalidades. Fico muito feliz”, disse o adolescente de 17 anos que mostrou à nossa Redação, na prática, como funcionavam os circuitos e os códigos programados para os movimentos do robô construído pelos estudantes.

Estudantes do IF-Sergipe premiados na XIX ERBASE em Ilhéus.
Estudantes do IF-Sergipe premiados na XIX ERBASE, na UESC. (Foto: Késsia Campos)

Um IF, duas equipes, quatro premiações

As equipes do Instituto Federal de Lagarto, participaram da ROBÔBASE, competição de robótica dividida em três modalidades: Sumô de robôs, Robô seguidor de linha (Followline) e Resgate. Das três modalidades, as duas equipes do IF de Sergipe foram premiadas em 1º e 2º lugar, nas modalidades “Followline e Resgate”.

A ROBÔBASE é uma competição de robótica que coloca em prova as máquinas desenvolvidas pelos estudantes e pesquisadores de várias instituições públicas e privadas de região. Essa competição foi criada e motivada pelo sucesso da RRC (Recôncavo Robot Challenge), competição de robótica que aconteceu junto a edição 2017 da ERBASE no Recôncavo Baiano.

Com o objetivo de promover a criatividade, a capacidade de trabalhar em equipe e de buscar soluções de hardware e software para superar seus adversários nas diferentes classes e categorias disponíveis, a ROBÔBASE também se compromete em maturar nos pesquisadores, a habilidade de resolver tais problemas mesmo sob certa pressão psicológica, inerente a uma competição.

É elaborada com base nos moldes das competições de robótica tais como OBR, ROBOCORE® Winter Challenge e FUJISOFT®’All Japan Robot-Sumo Tournament’.

Protótipo construído pelos estudantes do IFS para competição de robótica.
Protótipo construído pelos estudantes do IFS para competição de robótica. (Foto: Késsia Campos)

O mundo da ciência, tecnologia e inovação parece estar com dias contados

Preocupado com o futuro dos Institutos Federais, o professor de redes de computadores, Lúcio Mauro Borges, atualmente lotado no Instituto Federal da Bahia campus Santo Antônio de Jesus, conversou com os alunos baianos durante a ERBASE, sobre os cortes orçamentários que as Instituições Federais de ensino vêm sofrendo e as consequências que as áreas da pesquisa e da inovação, estarão enfrentando futuramente.

Me sinto extremamente feliz em ver adolescentes com ideias tão boas, sendo premiados, valorizados pelas suas criações e inovações, mas me preocupa mesmo é saber que isso tudo está ameaçado. Um corte de 30% no orçamento de cada Instituição Federal de ensino, significa muito, porém, muito retrocesso. Como professor do CEFET e posteriormente do IFBA há mais de 17 anos, já vi muitas coisas, mas golpes na educação como estão sendo dados agora, confesso que é a primeira vez”, relatou o docente, que esteve presente no evento na cidade de Salobrinho.

Após o Ministério da Educação anunciar o bloqueio de 30% da verba das instituições federais de ensino, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano) e o Instituto Federal da Bahia (IFBA) confirmaram bloqueio de repasses. Estudantes em todo Brasil, relatam em suas redes sociais, o medo de não conseguir concluir o nível médio, técnico ou superior.

Leia mais: Após UFBA, Institutos Federais na Bahia sofrem com cortes de verbas

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.