Anúncios

MEC suspende vestibular com vagas para público LGBT

A UNILAB disponibilizava vagas de cursos de graduação presencial em diversas áreas nos Estados da Bahia e Ceará, com início das aulas em setembro de 2019.

A Universidade da Integração da Lusofonia Afro-brasileira (UNILAB), suspendeu sem previsão de retorno, o vestibular com vagas exclusivas para transexuais (sic), travestis, intersexuais e pessoas-não-binárias.

O anúncio de suspensão do vestibular exclusivo foi feito na tarde de hoje (16), pelo Presidente Jair Bolsonaro em suas redes sociais.

Em sua postagem, o Presidente afirma que a Reitoria da Universidade optou pela suspensão do vestibular a partir de uma intervenção do Ministério da Educação, sem qualquer justificativa.

A Instituição Federal de ensino, que tem um de seus campi localizado na cidade de São Francisco do Conde, interior da Bahia, teria disponibilizado edital com vagas em processo seletivo específico para o público-alvo, após conquistas e reivindicações do grupo.

O anúncio foi feito no site da UNILAB no dia 10 de julho deste ano e disponibilizava vagas para cursos de graduação presencial em diversas áreas, nos Estados da Bahia e Ceará, para ingresso no semestre 2019.2, com início previsto em 30 de setembro de 2019.

Confira maiores informações sobre o vestibular exclusivo da UNILAB no site da Instituição clicando aqui.

Vale ressaltar que na Bahia, a primeira instituição pública de ensino superior a disponibilizar vagas exclusivas ao grupo foi a Universidade Estadual da Bahia (UNEB). Neste caso, as vagas destinadas a transexuais e transgêneros são disponibilizadas através do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM.

Veja a publicação do Presidente Jair Bolsonaro em sua conta no Twitter, que foi replicada também no Instagram e que, minutos após a exposição, já tinha gerado dezenas de comentários negativos:

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.